Pais e filhos

Foto: GettyImages

Quando adolescente, eu sonhava em ser adulta e independente e pensava que, alcançando esse desejo, poderia fazer tudo o que eu quisesse, quando e como eu escolhesse. A minha única responsabilidade seria cuidar de mim mesma. Então eu cresci e descobri que a maioria dos adolescentes pensavam como eu e o quanto é efêmero esse pensar. Quando chegamos ao auge de nossa independência, quando achamos que somos livres pra fazer tudo o que sempre sonhamos, recebemos a missão,  talvez a maior de nossas vidas, a de cuidar do outro. O outro que um dia foi adolescente, desejou ser livre, conseguiu e agora volta precisar de cuidado.
Pais e filhos sempre se reencontram no mesmo ponto: o patamar de um é o primeiro degrau do outro. Quando o filho já não precisa mais de tanto cuidado, devolve para o pai o que recebeu durante anos.  Às vezes, isso pode acontecer de forma um pouco conflituosa, quando os filhos demoram a amadurecer ou quando os pais teimam em não querer cuidados. Ainda assim, a missão existe e faz as pessoas permanecerem ligadas umas às outras. Nos faz parar de olhar apenas para nós mesmos e enxergar que o outro é parte de nós, que para seguirmos em frente é preciso dar a mão àquele que já está cansado demais pra caminhar sozinho. Descobrimos que tudo o que sonhamos, tudo o que conquistamos, tudo o que livremente escolhemos, nada disso terá sentido se, de alguma forma, eles não estiverem conosco.

À minha vozinha que agora está morando conosco (e que teima em não querer cuidado), um grande abraço com todo o amor do mundo!

Anúncios


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s