Como fazer para o meu blog/site aparecer no google?


Até que enfim o meu blog foi indexado, não aguentava mais escrever apenas imaginando que alguém lia os meus posts! Mexi tanto nas ferramentas de webmasters do Google que aprendi alguns caminhos que vou colocar aqui pra você ter um pouco menos de trabalho que eu para indexar o seu site ou blog.
Em primeiro lugar você precisa ter uma conta no google. Se ainda não tem é só criar gratuitamente:

https://www.google.com/accounts/NewAccount?hl=pt-BR

Em seguida precisa adicionar o seu domínio no Google, clicando no link:

http://www.google.com.br/add_url.html

Agora, você vai ficar um pouco ansioso ou ansiosa por um, dois dias ou um mês e por aí vai. Se você achar que está demorando, adicione novamente o seu domínio, e enquanto espera, atualize constantemente o seu site, mesmo sabendo que ninguém está lendo ainda. Procure colocar conteúdo útil, lembrando que nem tudo que parece interessante pra você pode ser interessante para outros, portanto, diversifique!

Você pode acelerar o processo se enviar sua url para verificação do Google de forma que seja confirmado que você é mesmo o proprietário do domínio. Para isso você deve estar conectado a sua nova conta do Google:

Vá para a página  Google Central do Webmasters através do link abaixo:

https://www.google.com/webmasters/tools/home?hl=pt-BR

Aparecerão listados os sites que você adicionou.  Clique em “verificar esse site”. Escolha o método de verificação: meta tag (É o mais simples!!)

Copie a meta tag fornecida pelo Google e vá para o painel do seu site. Clique em ferramentas e cole a meta tag no campo indicado para meta tag do Google. Se você tiver acesso ao código fonte do seu site, pode colocar diretemtne na seção head.

Então, volte para o site do google, clique em verificar e aguarde que o seu site seja indexado. Para saber se isso ocorreu, coloque na página de busca do Google o comando “site:” seguido do seu domínio como no exemplo abaixo:

site:comofoioseudia.wordpress.com

Não esqueça que não deve haver espaço entre os “:” e o domínio!!

Se o seu site tiver indexado, deve aparecer ao menos um link para ele no índice do Google. Se não aparecer, tente controlar a sua ansiedade e investir no seu site/blog enquanto espera de forma que quando chegarem os visitantes o seu site esteja cheio de atrativos para mantê-los sempre por perto!

No mais, BOA SORTE!!


Nunca subestime os idosos

 

Uma velhinha foi ao supermercado e colocou a ração de gato mais cara no carrinho. A moça do caixa disse:
– Me desculpe, mas nós não podemos lhe vender a ração de gatos sem provas de que a senhora realmente tem gatos. Muitos idosos compram ração de gatos para comer, e a gerência quer provas de que a senhora esteja realmente comprando a ração para o seu gato.
A velhinha foi para casa, pegou o gato e o levou ao super mercado e eles então venderam a ração prá gato..
No dia seguinte, a velhinha foi ao super mercado novamente e comprou 12 dos mais caros biscoitos prá cachorro. A caixa, novamente, pediu provas de que ela tinha um cachorro, explicando que os idosos costumavam comer comida de cachorro.
Frustada, ela foi para casa e voltou com seu cachorro, e pôde levar os biscoitos.
No outro dia, a velhinha voltou ao mercado trazendo uma caixa com um buraco na tampa e pediu para a moça colocar o dedo no buraco. A moça da caixa disse:
– Não! pode ter uma cobra aí dentro !!!
A velhinha lhe assegurou que não tinha cobra de estimação, e que não havia nada na caixa que pudesse mordê-la.. Então a moça do caixa enfiou o dedo no buraco, tirou, cheirou e disse:
-Hummmmmm… mas isto é merda!!!
A velhinha então sorriu de orelha a orelha e confirmou:
-É merda mesmo! Agora, minha querida, eu posso comprar três rolos de papel higiênico???


Mulheres Poderosas

Ontem li uns livros que encontrei na internet:


Acredita que li os dois em um único dia? Não que eles sejam grandes, mas eu estava muito interessada no assunto. É muito difícil ser uma mulher poderosa quando se está apaixonada e a cultura atual tenta nos convencer de que temos que fazer de tudo pra conquistarmos um homem. Concordo com os livros quando dizem que a mulher não deve ter medo de perder o homem e ele precisa saber disso. Gostei muito dos livros porque elevam nossa auto-estima, nos levam a pensar em nós e não apenas “neles”. Os livros trazem o relacionamento bem sucedido como consequência alcançada por uma mulher que se ama e que sabe ser feliz mesmo sozinha.
Recomendo para todas as mulheres boazinhas que precisam descobrir os super-poderes dentro de si! Por isso, disponibilizo o download dos livros pra vocês, basta clicar nas imagens para baixar.


Hidratando!!

Hidratar a pele, pra mim, sempre foi um grande desafio. Não entendo porque a minha mente enxerga o pequeno ato como uma atividade de tanta dificuldade. De tempos em tempos, eu consigo decidir:  “de agora em diante vou hidratar a minha pele todos os dias”, porém, nunca consigo fazer isso durante uma semana seguida pelo menos. Deixo pra depois, estou sempre com pressa, ou então “vai demorar”, etc, etc, etc. O tempo passa e eu sei que quanto mais eu adio o compromisso com a minha pele, mais e mais cedo ela vai sofrer com isso e eu, sofrer muito mais quando ver o estrago que fiz!
Como eu tô tentando ser organizada esse ano, resolvi colocar na agenda todos os dias a minha hidratação e não é que está dando certo? Bom, ainda não completei uma semana mas me sinto muito empolgada! Afinal, em 26 anos de história eu nunca consegui atingir essa meta e não posso chegar aos 80 anos sem conseguir não é mesmo? Então, vamos lá! Hoje já consegui cumprir e amanhã… amanhã é um outro dia! 


Sentiu a diferença?

Um homem chegou a casa, após o trabalho, e encontrou os seus três filhos brincando do lado de fora, ainda vestindo os pijamas. Estavam sujos de terra, cercados por embalagens vazias de comida entregue em casa A porta do carro da sua esposa estava aberta. A porta da frente da casa também. O cachorro estava sumido, não veio recebê-lo. Enquanto ele entrava em casa, achava mais e mais bagunça. A lâmpada da sala estava queimada, o tapete estava enrolado e encostado na parede.Na sala de estar, a televisão ligada aos berros num desenho animado qualquer, e o chão estava atulhado de brinquedos e roupas espalhadas.Na cozinha, a pia estava transbordando de pratos; ainda havia café da manhã na mesa, a geladeira estava aberta, tinha comida de cachorro no chão e até um copo quebrado em cima do balcão. Sem contar que tinha um montinho de areia perto da porta. Assustado, ele subiu correndo as escadas, desviando dos brinquedos espalhados e de peças de roupa suja. Será que a minha mulher passou mal?’ Pensou. Será que alguma coisa grave aconteceu?’ Daí viu um fio de água correndo pelo chão, vindo do banheiro. Lá encontrou mais brinquedos no chão, toalhas ensopadas, sabonete líquido espalhado por toda parte e muito papel higiênico na pia.A pasta dos dentes tinha sido usada e deixada aberta e a banheira transbordando água e espuma.Finalmente, ao entrar no quarto de casal, ele encontrou a mulher ainda de pijama, na cama, deitada e lendo uma revista. Ele olhou para ela completamente confuso, e perguntou: Que diabos aconteceu aqui em casa? Por quê toda esta bagunça? Ela sorriu e disse: – Todos os dias, quando você chega do trabalho, me pergunta: Afinal de contas, o que você fez o dia inteiro dentro de casa? Bem…Hoje eu não fiz nada, FOFO!!!! Sentiu a diferença???


Na casa da vovó!

Uma das minhas metas pra esse novo ano é dar mais atenção às pessoas que amo e a primeira pessoa querida da minha lista é a minha vó. Ela é uma senhora de 81 anos ( ou é 80?) e mora sozinha em um bairro distante da minha casa. Com a correria da minha vida e a distância geográfica eu caí no grande deslize de não frequentar muito a sua casa. Já faz um tempo que venho tentando consertar isso, mas ainda não a visito com frequência necessária. Esse ano eu decidi que preciso mudar isso, urgente!!

Então, ontem eu passei o dia na casa da minha vó. Fui na quarta-feira à noite, às 19:00 horas mais ou menos, dormi com ela e passei o dia de quinta-feira lá. Cheguei às ontem às 17:30 em casa muito satisfeita. Eu não fui de bicicleta, como a chapeuzinho do filme, nem cantarolando e saltitando pela estrada fora como na história original, mas eu fui feliz, renunciei a noite com o meu noivo, fui de moto e levei sim uns quitutinhos pra ela.
Ela não estava se sentindo bem, ficou deitada a maior parte do tempo, então eu cuidei da casa, fiz almoço pra ela e cuidei da minha vozinha durante todo o tempo. Fiquei muito feliz de poder estar com ela naquele momento difícil e fiquei ainda mais o meu objetivo de passar mais tempo com ela. E você, há quanto tempo não vai à casa da vovó?


Porque eu gosto tanto de Pin – Ups!

Não me lembro direito quando descobri as pin – ups. A lembrança mais remota que guardo é a de um livro antigo que achei entre as coisas da minha mãe quando criança. Era um livro de português, antigo, ilustrado com mulheres lindas e delicadas que eu ficava admirando sem nunca me cansar. Apesar disso, foi somente no ano passado que passei a colecioná-las.
Gosto de pin – ups porque representam o imaginário dos homens daquela época e isso me diverte, mas acima de tudo, gosto de pin – ups porque elas me inspiram a cuidar de mim! Elas estão sempre tão lindas, mesmo lavando roupa ou cozinhando, ou não fazendo nada. Elas se priorizam, se cuidam e se amam. Não esperam acabar o dia pra ficarem lindas depois do trabalho duro. Elas estão sempre impecáveis independente do que fazem. Elas não deixam de pintar as unhas porque estão sempre lavando pratos, elas pintam as unhas e usam luvas ao lavar pratos pra continuarem lindas!
As pin -ups me servem de inspiração porque não quero ser como muitas mulheres que vejo, que priorizam o marido, os filhos, a casa, o trabalho e esquecem de si. Tornam-se nada mais que “donas de casa”, “esposas e “mães” e esquecem que antes de tudo são mulheres e que merecem estar lindas e felizes sempre e que isso só depende delas mesmas.